Tuesday, May 8, 2007

Relógio sem corda

Como um relógio sem corda,
Mudo e surdo,
Parei na ânsia de te ouvir ou ver,
Sem nunca perder de vista o que te amei.
Lágrimas correram formando rios, lagos e mares
Onde navegas qual barco sem rumo.
Vela arribada, à procura da ave que indique porto seguro,
Segue-me, vem a mim, à luz que seguro.
O nevoeiro desaparecerá e, na praia, pisando a areia húmida,
Sentirás novamente o cheiro da vida.

9 comments:

osvaldo said...

É da tua autoria?

Joao said...

sim senhor. tirei de uma pequena compilação, que anda lá por casa, no carro, às vezes no bolso do casaco. teve uma pequena adaptação, por motivos de .. bom, era demasiado pessoal. o original, escrevi-o ha cerca de 1 ano e meio.

osvaldo said...

Não fazia ideia de que te dedicavas à poesia. Ao fim de quase 20 anos, é curioso como um amigo ainda nos consegue surpreender.

Infelizmente, não tenho grande sensibilidade nem interesse para a poesia. Mas o teu poema parece-me bem. Se me dissessem que era de um poeta consagrado, não duvidaria.

Filipa said...

E temos mais um poeta na praça. Sim aos homens sensíveis e inteligentes!
Continua, João, a expressar-te pela poesia que é uma boa terapia (até eu já faço versos!).

Joao said...

sensivel como um elefante a pular de nenufar em nenufar.
;)

PEC said...

Ora confesso que estava curioso em ver o que saía da gaveta.
Afinal a deixa "pegou".

A minha opinião pessoal:
Tu chegas lá... Tens partes bastante boas (as primeiras cinco linhas eram completamente dispensáveis, ou então trabalhadas para fugir ao cliché).

"segue-me, vem a mim, à luz que seguro" - É muito bom....

Aguardo mais poesias

Joao said...

bom.. confesso que tb achei isto um pouco .. hum.. fraquito.. assim como os jogos do benfas.
apanhei aquele que estava mais à mão e que nao dava mto trabalho a alterar.
pr'á próxima, esforçar-me-ei +.
TPC: 2 voltas ao quarteirão!
:D
obrigado pelas criticas e apoio

Anonymous said...

Elle endort les plus cruels maux
Et contient toutes les extases;
Pour dire les plus longue pharses,
Elle n'a pas besoin de mots.

Joao said...

Mais rien the personne avez les mots parfait!

Que ta voix, chat mystérieux,
Chat séraphique, chat étrange,
En qui tout est, comme en un ange,
Aussi subtil qu’harmonieux!