Monday, January 12, 2009

"Rock n Rolla" .. Guy Ritchie recria "Snatch" .. ou tenta



"People ask the question... what's a RocknRolla? And I tell 'em - it's not about drugs, drums, and hospital drips, oh no. There's more there than that, my friend. We all like a bit of the good life - some the money, some the drugs, other the sex game, the glamour, or the fame. But a RocknRolla, oh, he's different. Why? Because a real RocknRolla wants the fucking lot."

Depois de "Lock, Stock and Two Smoking Barrels" e "Snatch" que distam 10 e oito anos depois, respectivamente, deste último trabalho do Guy Ritchie, ou seja, demasiado tempo, estamos perante uma viagem no tempo, na tentativa de repetir o êxito dos anteriores filmes. Depois do perfeito atascanço no "Swept Away" feito para a mulher(ex), esperava melhor, bem melhor.
É de facto impossível não associar este filme aos anteriores, com o problema de ser francamente mais fraco. Perde na qualidade dos actores (se bem que Gerard "300" Butler, Tom Wilkinson e Mark Strong estão firmes no papel), perde no argumento (bem longe da estapafúrdia generalizada dos outros filmes além de chegar mesmo a copiar algumas cenas/sequências) e perde na banda sonora (basta ouvir..), não conseguindo os bons e grandes momentos de gozo de .. bom, não vale a pena repetir, pois não?
Vejam o filme e a seguir vão a correr rever o "Snatch", para lavar a alma. Só vos posso dar este conselho!

8 comments:

Bola Oito said...

:)

Como disse...sem grandes expectativase, acima de tudo, sem lembranças dos dois filmes que mencionaste, é um filme que se vê bem.

Mas claro....lembrano-nos nós do "Lock..." e do "Snatch", é nítido que este está abaixo.

Mas pronto.

Joao said...

segue o meu conselho e vê o "snatch".. vais ver, que tens cenas "total rip off" ..
Ex: a cena de "cama" do Mr. One Two com a contabilista - lembras-te das cenas entre o Avi (o judeu americano) que se mete no avião, para ir a Londres tratar da saúde aos bifes? as cenas passam cortadas, em velocidade, como se fossem fotografias.. voilá! e há mais..
e repare-se que o Vinnie Jones tem ar de gandulo mais maluco que o Mark Strong ..
abraço

Osvaldo said...

O «Snatch» foi um filme que vi por puro acaso no cinema. Numa tarde, eu e a Mariana tínhamos um par de horas livre e decidimos ir ao Monumental ver um filme. Nunca tínhamos ouvido falar no «Snatch» nem fazíamos a menor ideia do que íamos ver. Nem sei bem porque o escolhemos. Talvez fosse a hora que dava mais jeito, o cartaz mais apelativo ou talvez já soubessemos alguma coisa que nos desaconselhasse os outros filmes em exibição no Monumental (nem sei se já haveria Saldanha Residence).

A verdade é que escolhemos mesmo o «Snatch» e escolhemos muito bem. É o que eu chamo de entretenimento inteligente, recheado de humor e com uma saudável dose de loucura e caos. Nunca mais o revi, pelo que já me lembro de muito pouco.

Aliás, penso que só me ficaram duas coisas:
- um assaltante "trancado" numa caixa automática de um banco. Acabou por desistir arrombar a porta e resignou-se a esperar pela polícia. Afinal, era uma questão de puxar a porta em vez de empurrar...
- um inesquecível assalto com armas que, de lado, apresentam a inscrição "REPLICA".

Joao said...

Então fica o convite feito: jantar em minha casa com visionamento do filme. basta apenas trazerem os comes e bebes para as crianças ...

Osvaldo said...

Do you mean it?

Joao said...

Sure do! preciso de cobaias para os meus cozinhados.. eheheheh

purita said...

achei fraco e sem acrescentar nada de novo! diz ele que vêm aí mais dois filmes...oxalá repense, ou não!talvez os próximos sejam mais interessantes...

Joao said...

se for como o Danny Boyle, que vai dando "uma no cravo, outra na ferradura" o próximo filme deve ser bom.. a ver vamos.. ou então ficamo-nos para sempre com os "Lock, stock.." e o "Snatch" como pérolas..